Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Um rapaz chamado Soares

por Miguel Bastos, em 21.11.16

mario soares boy.jpg

Durante muitos anos, agarrei-me a Mário Soares. Tinha lido, num jornal, que Soares, sempre fora atento e curioso, mas nunca tinha sido grande aluno. O artigo dizia que havia alunos que não eram bons, porque não queriam saber de nada; e alunos que não eram bons, porque queriam saber de tudo. Era o caso de Soares. Eu assumi que era um desses: “um aluno-Soares.”

 

Até que descubro, na (excelente) biografia de Soares, de Joaquim Vieira, que o jovem Soares não se interessava por nada. Não gostava de estudar, não sentia curiosidade por nada, que não fosse política. Seria, então, um teórico fascinado pela grandes narrativas políticas? Não, não tinha paciência, gostava mais de acção. Que tipo de acção? Queria ser um grande professor, gerir a escola do pai? Não era bem isso. Queria ser engenheiro ou arquiteto, fazer estradas e pontes? Não, não tinha competências técnicas para isso, nem queria ter. Acção armada? Nem pensar, não é do seu género. Nem sequer irá à tropa. Acção, para Soares, era fazer papéis, colar cartazes, viajar, fazer contactos, fazer discursos. Ou seja, além de ter sido, sempre, um menino-família; Mário Soares já era um boy, numa altura em que não havia “jotas”, nem partidos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De mami a 25.11.2016 às 20:24

não temos de ser todos iguais.
há homens como soares que têm um ideal e que o querem ver realizado e fazem.
e há estudiosos que escrevem sobre homens como soares.
há no mundo espaço e destaque para todos :)
Imagem de perfil

De Miguel Bastos a 25.11.2016 às 23:54

Nem mais. Obrigado por ter passado por cá. :) 
Imagem de perfil

De Pedro D. a 26.11.2016 às 14:08

 "Mário Soares já era um boy, numa altura em que não havia “jotas”". Mas era, é e será sempre um Maçon, (aquele tipo de gente que tem à partida e sem esforço, o que os outros têm de lutar). Ups.... há verdades que não se devem dizer...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2016 às 15:46

Verdades ou em rigor parte da verdade deverá ser sempre partilhada desde que feita com o rigor, ética e respeito a quem a dirigimos. Mas mais importante que a verdade é não generalizarmos, neste caso, afirmando que os Maçons são "aquele tipo de gente que tem à partida e sem esforço, o que os outros têm de lutar". Como em tudo na vida não há só preto ou branco...pois ao fazê-lo corremos o risco de cometer erros ou não verdades...
Imagem de perfil

De Pedro D. a 26.11.2016 às 17:39

Isso vindo de um anónimo é um elogio...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D