Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É só conversa

por Miguel Bastos, em 12.01.22

antena aberta.jpg

"Falam, falam, falam"; "Prometem isto e aquilo"; "É só conversa".
"A democracia é sobretudo conversa", responde Adelino Maltez, "conversa pluralista".
O Professor Jubilado de Ciência Política tem acompanhado, "com muito entusiamo", os debates na televisão: "têm sido uma festa da democracia. Faz-me lembrar os primeiros tempos da democracia pluralista". E, depois, fala numa espécie de "Taça de Portugal" da democracia, em que os pequenos partidos jogam com os grandes, de igual para igual.
Conversemos, então.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viciados em televisão

por Miguel Bastos, em 28.12.21

televisao.jpg

Eu - Então, malta, está tudo bem?
Mais novo - A Benedita nasceu no corpo errado.
Eu - Desculpa?
Mais velho - Quem tiver os ossos bons, não para de bailar...
Eu - Estão a falar de quê?
Mais novo - Desculpa, pai, os avós não desligam a televisão...
Mais velho - É, estamos viciados em anúncios.
Eu - Mas vocês só veem anúncios?
Mais velho - Não, também vemos programas.
Mais novo - Maldito love...
Mais velho - põe-me louco, desse jeito que eu sei...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Natal dos simples

por Miguel Bastos, em 16.12.21

O Natal é quando um homem quiser. É sempre a mesma canção. Os ricos que paguem a crise.
Aceitam-se provérbios e lugares-comuns. Feliz natal, minhas riquezas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tele franchising

por Miguel Bastos, em 22.11.21

al jazeera.jpeg

Olá, Al-Jazeera!
Não sei se estás a pensar abrir um "franchising", em Portugal. Como os outros, lá da América.
Se estiveres, telefona-me por favor. Não peço nada de especial: apenas um ordenado "chorudo". E um fato novo. Assim, daqueles à moda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quecaria

por Miguel Bastos, em 11.10.21

santana cortes.jpg

"Se queriam jogar ténis ou padel", diz Santana na televisão, "tinham de vir para a cidade, p'ro meio da 'quecaria'". Santana justifica a dívida deixada na autarquia da Figueira da Foz, com os investimentos nas freguesias rurais.

"Quecaria" (nem sei se é assim que se escreve!). "Quecaria". Onde é que será que Santana aprendeu a palavra? Não foi, certamente, com os meninos da Lapa (é demasiado cidade). Já sei, só pode ter sido com a "fricalhada" da Quinta da Marinha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bonito e rico

por Miguel Bastos, em 06.10.21

david walliams1 .jpeg

Melhor do que pobre e feio, é ser bonito e rico. É o caso de David Walliams, famoso pelos namoros com modelos, pelos programas de talentos, pelas revistas sociais. David é uma espécie de Ricardo Araújo Pereira: só que mais rico, mais elegante, mais famoso, mais popular, mais talentoso. O comediante genial de "Little Britain" é, também, um escritor de livros infantojuvenis. E é nessa qualidade, que é apreciado aqui em casa. David não escolheu o caminho mais fácil: no primeiro livro, aborda questões de género; no segundo, a amizade entre uma criança e um sem-abrigo, num outro um velho com demência. Em vários, foca a relação especial que pode existir entre os mais novos e os mais velhos, com uma graça e uma ternura invulgares. Não são os temas mais habituais, no universo da literatura infantil. Temas que ele aborda, de forma, simultaneamente, desconcertante e divertida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pôr do Sol

por Miguel Bastos, em 02.09.21

por do sol.jpg

Pai - Tens que lavar a cara, antes de sair.
Filho - Porquê?
Pai - Tens uns bigodes brancos.
Filho - A sério?
Pai - Sim, acho que é do leite.
Filho - Eu acho que é da moca.
Confirma-se, a novela "Pôr do Sol" é um programa para toda a família.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olhe que não, olhe que não!

por Miguel Bastos, em 17.08.21

cunhal.jpg

- Estou-lhe a dizer, dr. Cunhal, o Pai Natal existe!
- Olhe que não! Olhe que não!
- Existe, pois! Deu-me um livro e tudo!
- Olhe que não, olhe que não!
- Veja, está aqui.
- Não foi o Pai Natal...
- Ai, não?
- Foi a sua Mãe, no Natal!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ondas e marés

por Miguel Bastos, em 06.07.21

marta.jpg

Covid-19. Portugal pode chegar aos 4 mil casos diários de infeção, em, apenas, 15 dias. Tem-se falado muito em "ondas", talvez se devesse falar mais em marés. Estivemos em maré vazia. Estamos a entrar na maré cheia. Ou, mesmo, em maré de azar. [Foto: Julien Warnand/EPA]

https://tvi24.iol.pt/politica/ministra-da-saude/marta-temido

Autoria e outros dados (tags, etc)

Somos jovens

por Miguel Bastos, em 28.06.21

jovens.jpg

"Nós somos jovens e temos direito a beber e a divertirmo-nos", dizia, ontem, um jovem, na televisão.
"Os mais jovens são os que mais estão a faltar à vacina", lamentava-se, hoje, um autarca, na rádio.
Jovem indignado com o horário de encerramento dos bares: tens razão, os bares fecham demasiado cedo. Vai para os cuidados intensivos. Estão abertos toda a noite. Claro que, depois, falhas a vacina, mas isto (já se sabe) não se pode ter tudo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2022

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D