Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Música orquestral

por Miguel Bastos, em 22.09.20

A música orquestral deve ser interpretada, em palco, por pessoas de meia idade, para uma plateia de gente culta, em países envelhecidos e ricos. Dificilmente, rapazes e raparigas jovens terão lugar numa orquestra como deve ser. Sobretudo, se forem pobres e latinos. Essa gente veste fato de treino, e é boa para bater palmas e tocar batuques, mas não para tocar numa orquestra. Por favor, não vejam isto até ao fim. Ainda vos dá vontade de dançar e, depois, lá fica o "comsommé" entornado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Benfica

por Miguel Bastos, em 17.09.20

benfica.jpg

Luís Filipe Vieira está preocupado: com o sistema de justiça; com o funcionamento dos media; com a opinião pública; com a qualidade da democracia; com o emergência do populismo e da demagogia; com os princípios do Estado de Direito; com as conquistas de Abril. Luís Filipe Vieira é candidato à presidência. Do Benfica.

[Foto: Rodrigo Antunes - Lusa]

Autoria e outros dados (tags, etc)

A sagração de Amália

por Miguel Bastos, em 14.09.20

amalia.jpg

Vinha a sorrir, a caminho de casa. Degustava, mentalmente, a promoção "leve 3, pague dois" quando me apercebi que já tinha 1 dos 3 discos acabados de comprar. Voltei para trás, para devolver a gravação da "Sagração da Primavera", de Stravinski, dirigida por Leonard Bernstein para a Deutsche Grammophon. Tinha pouco mais de meia hora para escolher outro disco. Faço uma selecção de 5/6 discos até chegar à final, com duas hipóteses. O meu coração balançou entre um disco de Amália e outro de Madonna. Ganhou Amália, já em tempo de compensação. Voltei para casa a sorrir, desta vez do meu ecletismo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Webinar

por Miguel Bastos, em 11.09.20

vhs.jpg

Gosto desta palavra. É nova, mas faz-me lembrar os videoclubes dos anos 80. Fico sempre a pensar que, depois de ver o "webinar", tenho de rebobinar até ao início. É uma questão de respeito pelos outros. E de evitar multas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bater no fundo

por Miguel Bastos, em 09.09.20

COVID-19. Portugal regista 646 novos casos, nas últimas 24 horas. É o número de infecções mais elevado, desde 20 de Abril, para lembrar que é muito fácil batermos no fundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nada para dizer

por Miguel Bastos, em 09.09.20

livro branco.jpg

“Este livro”, diz a jovem na televisão, “surgiu a convite da minha editora. Eu disse logo que sim, mas depois lembrei-me que não tinha nada para dizer”. “E então desistiu”, pensei. “E, então, pensei vou falar sobre a minha vida", acrescentou a jovem senhora aos saltinhos, "espero que gostem”. “Vão gostar, com certeza” diz o apresentador, também aos saltinhos. O programa, de resto, também é todo aos saltinhos. A imagem salta para a cima e para baixo, para um lado e para o outro, para a frente e para trás. O programa salta de um tema para o outro, de um convidado para outro, de um efeito visual para o outro: um “zapping” sem mudar de canal, que eu espero que as pessoas gostem; tal como os livros sem “nada para dizer”, que as pessoas gostam; aos “saltinhos”, como as pessoas gostam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vicente Jorge Silva

por Miguel Bastos, em 08.09.20

vicente.png

Vicente Jorge Silva não foi só um jornalista. Foi um super-herói, um criador, um revolucionário, um visionário, uma pop star, um homem da renascença. O Público foi feito para nós: os que sonhavam com um Portugal mais moderno, mais irreverente, mais cosmopolita. E que gostavam que esse Portugal não fosse, inteiramente, impossível. Já gostávamos do Público, antes de ele ter nascido. E continuámos a gostar: mesmo quando, às vezes, o Público nem parecia o Público.
[Foto: Luís Vasconcelos - Público]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Medicina inglesa

por Miguel Bastos, em 05.09.20

boris.jpg

O jornal Sol está a avançar que o novo curso de medicina da Católica vai ser ministrado em inglês. Parece-me bem, até porque os ingleses precisam muito que os profissionais de saúde portugueses falem inglês. Lembram-se do agradecimento de Boris Johnson ao enfermeiro "Luís, from Portugal"? Essas coisas nunca se esquecem. Mas, já agora, convém recordar que os ingleses não são lá muito católicos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Higienização

por Miguel Bastos, em 03.09.20

Seis meses depois do primeiro caso de Covid-19, em Portugal, sabem de que é que eu tenho saudades? De lavar as mãos. A sério. Lavar as mãos, simplesmente: água, sabonete, esfrega de um lado, esfrega do outro, passa por água e já está. Agora, com esta coisa da higienização, é uma chatice: um conjunto de manobras de grande complexidade e precisão, que nos deixam exaustos. A alternativa é bem pior: ter que encharcar as mãos com álcool, a toda a hora, como se não houvesse amanhã. A sério. Quando isto passar, a primeira coisa que eu vou fazer é lavar as mãos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Novo e velho

por Miguel Bastos, em 02.09.20

oculos.jpg

"Você gosta de usar óculos?", perguntou-me o doutor do olhos - um senhor velhinho, de andar ligeiro e modos delicados. "Nem por isso", respondi. "E porque é que não faz uma operação? É um rapaz novo, tem a miopia estabilizada, ficava a ver melhor, devia pensar nisso". Pensei e agi, mas fui traído por um ligeiro aumento na graduação. Numa consulta mais recente, voltei ao assunto com o meu doutor. Arqueou as sobrancelhas, com um ar intrigado: "Uma operação, com a sua idade"? "Bem, foi o senhor que falou nessa hipótese". "A sério, isso foi há quanto tempo"? "Há uns dez anos, talvez". "Mas, que idade tem? Deve estar próximo dos 50". "Já estive mais longe", respondi. "E já não deve ver bem ao perto. Vamos já ver isso". Fez-me um teste, que passei com distinção. "Vê", disse o doutor compondo os seus óculos, "é uma vantagem de ser míope". "Haja alguma", acrescentei. "Mas não vale a pena pensar na operação, porque mais tarde ou mais cedo vai precisar de óculos para ver ao perto". Agradeci e abandonei o consultório. Há dez anos, eu era novo. Agora, já estou velho. Ao que parece, “dez anos é muito tempo” e não é só na canção.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2020

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D