Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dona Xepa

por Miguel Bastos, em 04.12.20

sa carneiro.jpeg

Era noite e estávamos em frente à televisão. Esperávamos a Dona Xepa. A Dona Xepa vendia no mercado, trabalhava noite e dia para, sozinha, criar e educar os filhos. Parecia a nossa vida. Preparávamo-nos, portanto, para nos vermos ao espelho, quando o Raúl Durão, com voz de BBC e cara de caso, interrompeu a emissão. A minha mãe barafustou. "Não há direito, interromperem assim a novela", mas rapidamente, mudou de tom. Engolimos em seco. Sá Carneiro tinha morrido e a notícia foi mais difícil de engolir do que as chicotadas na escrava Isaura.     

Autoria e outros dados (tags, etc)

O orçamento

por Miguel Bastos, em 26.11.20

galactica.jpg

O PCP já anunciou que se vai abster. Daqui a pouco, o PAN vai revelar o sentido de voto. A aprovação do Orçamento do Estado parece uma série de televisão. Gostava de seguir o Orçamento com mais atenção, mas o pessoal cá de casa anda mais interessado na Galactica: "By your command!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ribeiro Telles

por Miguel Bastos, em 11.11.20

Gonçalo Ribeiro Telles.jpg

No armazém, ao pé da minha casa, estavam pendurados 3 cartazes da AD, emoldurados como se fossem retratos a óleo: num, estava o Sá Carneiro; no outro, o Freitas do Amaral; no terceiro, um senhor mais velho. Na telenovela da noite, um dos protagonistas era jovem, tinha uma namorada bonita e era arquiteto paisagista. Na primeira excursão a Lisboa fomos à Gulbenkian: adorei (tanto) os jardins, que nem entrei no museu. Só mais tarde é que comecei a unir as coisas. Gonçalo Ribeiro Telles era, de facto, mais velho do que os outros, mas não era um velhinho. Os jardins da Gulbenkian dificultavam a entrada no Museu porque eram demasiado belos (acreditam que só à terceira tentativa é que resolvi entrar no CAM?). Ser arquiteto paisagista só é uma profissão jovem e moderna, por causa de pessoas como Gonçalo Ribeiro Telles, que criou um oásis de modernidade, no inverno salazarista. É por isso que, apesar de morrer aos 98 anos, ficamos com a sensação que foi demasiado cedo. Por isso, e, também, porque Portugal teima em chegar demasiado tarde. [Foto: Alfredo Cunha]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Química

por Miguel Bastos, em 24.07.20

costa.jpg

António Costa quer apostar no hidrogénio. Rui Rio quer garantias de que não haverá (novamente) rendas excessivas no setor energético. Costa acusa o PSD de estar fossilizado. Parece que a química, entre os dois, não está lá muito boa.
[Foto: António Cotrim/Lusa]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Querias, querias!

por Miguel Bastos, em 29.01.20

- Vai, mas é, dar uma volta ao bilhar grande!
- Vai tu!
- Toma, incha!
- Quem diz é quem é!
- Quem mais jura é quem mais mente!
- Enganei-te, papas com azeite!
- Querias, querias batatas com enguias!
O debate político rejuvenesceu. Está num novo ciclo: o primeiro ciclo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Memória recente

por Miguel Bastos, em 21.01.20

governo sombra.jpg

"Acha que Isabel dos Santos pode vir a ser candidata à presidência de Angola?" / "Quem é que vai ganhar a liderança do PSD?" / "Joacine Katar Moreira tem condições para continuar no partido Livre?"

Ontem, estiver a ver o "Governo Sombra". Eu sei que mudaram para a SIC. Mas, por momentos, parecia que estava a ver a RTP Memória.
(Foto Tiago Miranda)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Balcãs

por Miguel Bastos, em 09.01.20

Eleições no PSD. Curioso: num partido balcanizado, um dos candidatos é Montenegro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Romper o CDS

por Miguel Bastos, em 27.12.19

safe_image.jpg

"Abel Matos Santos quer “romper” com os últimos 25 anos do CDS", escreve, hoje, o jornal Público. Abel Matos Santos é candidato à liderança do partido que, há 25 anos, rompeu com o CDS de Freitas do Amaral. Nessa altura, Lucas Pires já tinha rompido com o CDS e o Partido Popular Europeu já tinha rompido com o CDS, expulsando-o da família europeia de centro-direita. Há 25 anos, o CDS tinha acrescentado o sufixo "PP", que muitos associavam a Paulo Portas. O jornalista-ideólogo apoiava a ruptura de Manuel Monteiro, mas, depois, rompeu com Monteiro num congresso, em Braga. De seguida, Manuel Monteiro rompeu com o CDS, para fundar um novo partido. Foram muitas rupturas, para um partido conservador que Abel Matos Santos quer voltar a “romper”. Já agora, Abel Matos Santos é porta-voz da Tendência Esperança em Movimento. Pelo vistos, o Movimento quer regressar a 1994.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Discutir programas

por Miguel Bastos, em 30.10.19

costa governo.jpg

Dois dias para debater o programa do governo não é demais. Afinal, este é o país onde se discutiu, semanas a fio, o programa da Cristina. Já agora, reparem que alguns dos protagonistas são comuns. [Foto: Tiago Petinga - Lusa]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dizer Chega

por Miguel Bastos, em 10.10.19

montenegro.jpg

Luís Montenegro foi à SIC defender que "é preciso dizer Chega", que "é preciso dizer Basta"! Terá escolhido as palavras à ventura ou foi de propósito?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D