Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Doutores e engenheiros

por Miguel Bastos, em 23.06.23

bata.jpeg 

- Sabes, os meus alunos...
- Sim...
- ... como é que eu hei de dizer? Não é que não sejam inteligentes..
- Mas, são maus alunos?
- Não, mas são desinteressados.
- Não estudam?
- Estudam e acabam por tirar boas notas. Mas são...
- Mas são...?
- Não há aqui médicos, pois não?
- Não.
- São médicos. É o melhor que eu posso dizer.
- Então, mas os médicos não são muito inteligentes? São bons alunos, as médias são altíssimas...
- Pois, (lá está) e eles estudam, marram aquilo tudo... mas falta-lhes tanta coisa.
- Por exemplo...
- Falta-lhes ciência: física, química, biologia...
- Ah...
- E falta-lhes mundo, pensamento abstrato, falta-lhes filosofia...
- A sério?
- E, a mim, falta-me paciência. E saúde, que não vou para nova. E tenho muitos amigos médicos. Por isso, convém que não me exceda nas considerações.
 
Riu-se, a minha amiga, com o seu riso desconcertante. Rimo-nos todos. Penso nesta conversa, de cada vez que ouço discursos arrogantes, de quem acha que sabe tudo. De médicos, sim, mas de outras profissões que beneficiam de um estatuto social, que outras não têm. E porque há sempre alguém que sabe mais do que nós e que sabe mais do que aqueles que acham que sabem muito. Porque, no fundo, ninguém sabe muito de tudo. Quando muito, uns sabem muito de umas coisas e outros sabem muito de outras coisas. Se percebêssemos isso, talvez passássemos, todos, a saber mais, sobre várias coisas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aula sobre democracia

por Miguel Bastos, em 24.04.23

cravos.jpg 

O presidente da República fez mais de 500 quilómetros para assinalar os quase 50 anos de democracia, em Portugal. Recorreu à sua vocação de professor e aos seus dotes de comunicador, para dar uma espécie de aula sobre democracia, num auditório repleto de jovens. O presidente foi recebido com grande entusiasmo. Os jovens bateram palmas e assobiaram, com a excitação reservada às celebridades. Depois, o presidente começou a falar e a juventude esmoreceu. Quando começou a distinguir a monarquia e a república, a Rita resolveu mergulhar no "Instagram". Quando abordou a guerra colonial, o João decidiu fazer uma guerra "online" com o colega do lado. A reflexão sobre a natureza dos partidos políticos foi ofuscada pelas imagens dos guerreiros de "wrestling" do telemóvel do Hugo. E a emergência do populismo não resistiu ao livro do Harry Potter (na realidade, o Harry Potter também não resistiu ao "TikTok" - pois não, Mafalda?"). Bem sei que estava na fila de trás (local onde se costumam sentar os jornalistas e os maus alunos). Bem sei que, nas filas da frente, havia alunos interessados e participativos. Mas, foi uma espécie de constatação "in loco" de algumas das assimetrias sublinhadas pelo presidente: na política ou na educação "há muito bom e há muito mau". O presidente exortou os jovens: "participem", "envolvam-se", "manifestem-se". Uma parte significativa não respondeu, porque estava demasiado ocupada, a bocejar, no ciberespaço. A dada altura, o presidente contou uma história para ilustrar a importância das pessoas se manterem independentes dos cargos políticos: "Eu tinha colegas meus, jovens, que tinham acabado de sair da faculdade e foram convidados para secretários de Estado. Quando saíram do governo não sabiam o que fazer. Achavam que, depois de terem sido secretários de Estado, só podiam ser ministros ou presidentes de um banco". "O que é que achas que eu devo fazer?", perguntavam-lhe. "Eh, pá! E se fosses trabalhar?", respondia-lhes. A resposta (como é evidente) não é válida, apenas, para ex-secretários de Estado. No final - de novo - as palmas e os assobios, reservados às celebridades. E uma selfie (claro!), para partilhar no ciberespaço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vozes da rádio

por Miguel Bastos, em 16.02.23

jorge afonso.jpg 

 - Boa leitura, boa voz... Tem um belo timbre, sabia?
 - Obrigado.
 - Tem, apenas, um pequeno problema com as sibilantes.
 - Eu sei.
 - Já pensou em usar aparelho?  
O Marcos sorriu. O Marcos tem vários talentos. Sorrir é um deles.
 - Já percebi que está a tratar do assunto.
A professora continuou a serpentear pela sala, de ouvidos atentos. E foi fazendo reparos: "tem que melhorar a leitura", "tem que melhorar a articulação", "vamos ter que trabalhar o diafragma", "ai, essa voz de cabeça!", "precisa de respirar", "devia fumar menos". 
 - O Miguel não fuma.
 - Por acaso, fumo.
 - Mas não tem voz de fumador. Fuma muito?
 - 3 / 4 cigarros por dia.
 - O ideal era deixar de fumar. Mas, se conseguir manter essa média, não é grave.
Para além de ser toda ouvidos, a Maria Júlia tem uma bela voz. Continua a ter. Esta semana, conversou com o Jorge Afonso: sobre a voz, sobre a rádio, sobre a vida. Uma conversa "em forma de assim", com o Jorge a chamar "chefe" à minha professora.
 
https://www.rtp.pt/play/p10960/e672428/uma-noite-em-forma-de-assim

Autoria e outros dados (tags, etc)

Novas tecnologias

por Miguel Bastos, em 16.03.21

Filho - Sabes, pai, hoje um menino pôs-se debaixo da mesa e começou a chamar "Ó professora, professora, está-me a ver?" E a professora: "Não". E ele: "Oh, devo estar com problemas na câmara!"

Pai - A sério?

Filho - Sim. E, depois, uma menina começou a fazer sinais e a professora perguntou-lhe "O que é?" e ela começou a apontar para a folha. Sabes o que é que ela tinha escrito?

Pai - Não.

Filho - Dizia "Professora, fiquei sem microfone".

Com humor, as crianças estão a aprender a lidar com as novas tecnologias. Chamam-se aulas presenciais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eleições europeias

por Miguel Bastos, em 17.05.19

european flag.jpeg

A contagem do tempo de serviço dos professores. A ameaça de demissão do governo. Os incêndios de 2017. O comendador Berardo. Eu sabia que era uma questão de tempo. A pouco e pouco, as grandes questões europeias vão entrando na campanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Abril 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D