Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A balança do Presidente

por Miguel Bastos, em 12.03.19

Captura de ecrã 2019-03-12, às 15.43.31.png

O comentador Marcelo regressou à análise política. Foi ontem, à noite, na TVI. Marcelo analisou, com distanciamento, os três anos de mandato presidencial. Comentou a queda da popularidade, acima dos 80%, do Presidente. Comentou vetos e recomendações do Presidente. Comentou a forma como o Presidente esteve bem melhor do que o governo, nos incêndios de 2017. E, até, comentou a convicção de Miguel Sousa Tavares de que ele (Marcelo) será candidato à Presidência. E, no fim, o comentador Marcelo, foi comentado pelo comentador Miguel, que antes lhe estivera a pedir comentários.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Irão

por Miguel Bastos, em 09.05.18

 

trump irao.jpg

... nós iremos/ vós ireis/ eles Irão. Eu sei que o problema é geopolítico. Mas é bom consultar a gramática. Para perceber se o sujeito está bem conjugado com o verbo de ação. E o que nos reserva o futuro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Selfie made man

por Miguel Bastos, em 09.03.18

marcelo de pera.jpg

É Presidente há dois anos. Mas, há mais de 50 que se faz à fotografia. Marcelo é um selfie made man.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Tino

por Miguel Bastos, em 06.01.16

tino presidente.png

Entre os debates de ontem, vi uma entrevista. Foi ao candidato Vitorino Silva. Ninguém sabe quem é. É o Tino de Rans. Não deve faltar gente que tenha achado a entrevista divertida. Eu achei triste.

 

Pois é, não achei graça. Como não acho graça aos apanhados, às gafes em direto, a pessoas a cair na rua. O entrevistador, José Rodrigues dos Santos, esteve numa posição muito difícil. Tentou entrevistar Tino de Rans, como um candidato “normal”. Fez as perguntas que achou pertinentes, mas não obteve respostas. A dada altura Tino deixa escapar “Se me fizer perguntas sobre calcetaria, eu terei todo o gosto em responder.” Acontece que Tino não é candidato a calceteiro. É candidato a Presidente. E convinha dizer alguma coisa.

 

No rescaldo, José Manuel Fernandes questionava se fazia sentido haver candidatos que nem sequer têm a noção do que é ser Presidente da República. Tino pode ser candidato? Claro que pode. Não quer dizer que deva.

 

PS. Gostava de ter usado o título “Perder o Tino”. Infelizmente, já o tinha usado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Citroën de Cavaco

por Miguel Bastos, em 19.05.15

citroën de Cavaco.jpg

 

Era uma vez um senhor que comprou um carro novo. O senhor era um jovem pai de família, professor de economia e finanças. O carro, era um belo carro: um Citroën BX a precisar de rodagem. Podia ter ido ao Algarve, a sua terra natal. Podia ter ido ao Alentejo ou apanhar uns ares da serra. Mas não. Estava bom tempo e apeteceu-lhe ir à praia.

 

Por acaso, e só por acaso, foi à Figueira da Foz. Presumo que seja a praia mais próxima de Lisboa. Por acaso, e só por acaso, era lá que decorria um congresso partidário. Resolveu espreitar. Parece que o senhor que ia ganhar, era bom de contas. Mas as suas eram melhores. Foi eleito. Por acaso. Um acaso, que faz lembrar a história de um outro professor de finanças.

 

Cavaco Silva rodou o seu Citroën BX há trinta anos. Depois disso, já mudou de carros, já mudou de cargos, mas nunca se meteu na política. De resto, o senhor nunca quis ser político, nem se considera político.

 

Eu ainda acho que os professores são uns senhores que dão aulas. Mas o defeito deve ser meu. E gosto mais de homens com ambição política. Duram menos tempo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D