Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Melo & Thatcher

por Miguel Bastos, em 25.03.15

nuno melo.jpgMargaret Thatcher.jpg

 

Para criticar o PS, Nuno Melo resolveu citar Margareth Thatcher: “o socialismo acaba, quando não há dinheiro para distribuir”. O eurodeputado do CDS queria reforçar a ideia de que a esquerda só ganha eleições e conserva o poder, esbanjando dinheiro. Acabando o dinheiro, acaba o socialismo - como se viu nos países de leste ou no governo de Sócrates.

 

Também quero citar Margaret Thatcher: “Labour Isn't Working”. O slogan é poderoso, porque tem vários significados: o Labour (Partido Trabalhista) não está a trabalhar; a receita do Labour não está a funcionar; os trabalhadores não estão a trabalhar. Isto porque, na altura, havia quase um milhão de desempregados. Com os Conservadores, o trabalho resultou… em três milhões de desempregados. Um sucesso, portanto.

 

Thatcher privatizou, encerrou, extinguiu. Limitou greves, cortou na saúde e na educação e acabou com o salário mínimo. Depois, o seu partido acabou com ela. Nem os conservadores quiseram o Poll Tax - um imposto regressivo, para tirar aos pobres e dar aos ricos.

 

Às vezes, o “rigor” da direita lembra o Príncipe João.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Junho 2019

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D