Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quem fala assim não é Gago

por Miguel Bastos, em 06.09.18

justino.jpg

15% dos professores nunca deviam ter entrado no sistema de ensino. 25% são excepcionais. 60% são bons/razoáveis. Quem fala assim não é Gago. Esse já faleceu. Quem fala assim é Justino. O ex-ministro da educação - nos duros tempos de Durão - diz, ainda, que é preciso tratar melhor os professores. Pois... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Zap Canal

por Miguel Bastos, em 18.05.18

bruno.jpg

Ontem, dei a volta ao Zap Canal. Mudar de canal, para ver o mesmo tema, com os mesmos protagonistas. O presidente da assembleia geral do Sporting fez o pleno: rodou por todos os canais, na mesma noite. O presidente do Sporting falou à Nação: numa conversa em família, em direto e em sentido único, como convém.

 

Antes, durante e depois, foi comentado pelos comentadores do costume. No canal do Estado, um ex-ministro - que foi, até há pouco tempo, apoiante de Bruno de Carvalho - falou do papel regulador do Estado. “O Estado não vai fazer nada”, responde o outro, “porque os políticos não têm coragem.” Com décadas de política, o político corajoso também foi ministro, num governo liderado por um ex-presidente do Sporting. “Ainda esta semana, um comentador ofereceu pancada a outro”, diz o primeiro. “Eu sei quem é”, diz o outro, “é meu amigo”. Claro que é: trabalharam juntos nos jornais, foram juntos para o governo, pelo mesmo partido. Que é, também, o partido do protagonista no canal ao lado: outro ex-ministro, várias vezes apontado como alternativa ao actual presidente do Sporting.

 

No Zap Canal falou-se de muita coisa. Infelizmente, não se falou de separação de poderes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O ex-ministro em funções

por Miguel Bastos, em 03.11.15

calvao da silva.jpg

O futuro ex-ministro da Administração Interna anda cheio de vontade de fazer coisas. Ontem, Calvão da Silva foi a Albufeira falar de Deus e do demónio, a pessoas cobertas de tristeza e de lama e descobertas de seguro. Deve ter saído de lá com a sensação de dever cumprindo. Entretanto, para alegrar o ambiente, mandou marcar duas festas: uma com a GNR, outra com a PSP. Paradas, continências, generais e comandantes. Vai ser linda a festa, pá!

 

Percebe-se a pressa, mas é tudo demasiado “fora da caixa”. Geralmente, os ministros são mais reservados no exercício das suas funções. Depois, quando saem, são mais analíticos, mais explicativos e mais prospectivos: “eu faria isto, eu faria aquilo”.

 

Por isso, as televisões estão cheias de ex. ministros. São todos competentes, do ponto de vista técnico, e brilhantes, do ponto de vista político. O que faz com que, cada vez mais, as pessoas queiram ser ex.ministros. A única chatice é, primeiro, ter que ser ministro. Calvão da Silva não percebeu esta coisa simples: não se pode ser ex-ministro, enquanto se está em funções.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Abril 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D