Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Offshorezinho

por Miguel Bastos, em 08.01.24

"Ai, queridos, estou tão triste. O meu Balsemãozinho vai-nos vender a todos!" A nossa camarada tinha todas as razões para estar triste. O último grande patrão dos media preparava-se, na altura, para vender todas as revistas do grupo Impresa. "Sabe-se lá, para quem é que vamos trabalhar..." Esse era, de facto, um grande problema. E continua a ser. Para o melhor e para o pior, sabia-se de quem eram as revistas. Quem era o "patrão". A quem é que se devia dirigir os elogios. A quem é que se podia fazer críticas, pedir responsabilidades e exigir explicações. Os grandes patrões dos media têm vindo a ser substituídos pela mão invisível do capitalismo financeiro. Sem rosto. Cada vez mais, os jornalistas, essenciais para o escrutínio da democracia, trabalham para organizações que são muito pouco escrutinadas e muito pouco escrutináveis. São fundos, que detêm empresas, que controlam outras empresas, que se dizem donos das empresas de media. O que poderão dizer, atualmente, os jornalistas com a vida em suspenso: "Ai, a minha "comparticipadazinha", com capitais de risco, vai-nos vender a todos" ou "Ai, o meu "offshorezinho" vai-me despedir"?

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

Anónimo a 08.01.2024

Sr. Miguel, dever-se-ia colher opinião sobre tal assunto àqueles militares/ex-militares que analisam diariamente na CNN os conflitos da Ucrânia e da Faixa de Gaza. Aquilo é cada cavadela cada minhoca. Logo, com tanta experiência de guerra, ninguém melhor para lhe dar a resposta a essa delicada questão "Ai, o meu "offshorezinho" vai-me despedir"?
Sem imagem de perfil

capeta a 08.01.2024

Quem controla a "informação" controla o que quiser. Esta é a forma mais eficaz para os donos disto tudo conduzirem rebanhos para a cerca que lhes convém. 
Imagem de perfil

Vagueando a 08.01.2024

É isso mesmo e o offshorezinho, mais a inteligência artificialzinha, são dois instrumentos ótimos para fazer do cidadão gato sapato. E não vale a pena reclamar porque hoje a raiva que existe aos Estados, mesmo aos ainda chamados democráticos é tal, que a sede de acabar com eles é enorme.
Mas não vale a pena o esforço, os Estados já não mandam nada, são mandados pelo offshorezinho.
Sem imagem de perfil

s o s a 08.01.2024

pois, digo de outra forma e resumida :
empregados (no momento em que se empregam) e governos  "concordam" porque é assim e nao de outra maneira. 
Afinal nao vivemos todos debaixo da tal mao invisivel ... 

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D