Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Isto ainda não é a Ucrânia

por Miguel Bastos, em 04.05.22

Por um lado, faço um esforço por estar, cada vez mais, atento à atualidade. Por outro, aprecio, cada vez mais, a minha "distração". Há pouco, apercebi-me que hoje não tinha passado os olhos pelo Diário de Notícias. Agora, acabo de me aperceber que estou a ler o jornal de segunda-feira. Não lamento. Pelo contrário. Acabo de ler a coluna do jornalista Paulo Baldaia "Isto ainda não é a Ucrânia". Alerta o autor que a presença da embaixadora da Ucrânia no desfile "alternativo" do 25 de Abril, protagonizado pela Iniciativa Liberal, e a sugestão da ilegalização do PCP, por parte do presidente da Associação dos Refugiados Ucranianos, são muito questionáveis. Num tempo de trincheiras, Paulo Baldaia recorre a uma expressão que associo à tropa que não fiz: "à vontade não é à vontadinha". Lembra, a seguir, que, em Portugal, não está em curso qualquer "processo de descomunização". E, depois, defende a liberdade. A mesma liberdade que usa, para criticar o PCP. A mesma liberdade que usa, para apoiar o povo ucraniano. A mesma liberdade: para criticar o governo russo ou o governo ucraniano. A liberdade devia ser igual para todos. Mas sabemos, todos, que não é.

Pode ler o artigo aqui:

https://www.dn.pt/opiniao/isto-ainda-nao-e-a-ucrania-14816661.html

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

Isaurinda baltazar a 04.05.2022

A liberdade é como o sol, só ilumina metade 👏
Imagem de perfil

Miguel Bastos a 04.05.2022

... de cada vez. Obrigado pela visita.
Imagem de perfil

João Guimarães a 04.05.2022

A melhor maneira de criticar o PCP é nas urnas. O povo é soberano e a sua opinião não pode ser calada.  O sistema democrático não ilegaliza partidos políticos, são os partidos que se auto excluem do mesmo. O PCP tem vindo a fazer-nos esse favor. 
Sem imagem de perfil

frar a 05.05.2022


Conversa de 1914 não obrigado!
[sim: o europeu-do-sistema não está interessado em ALTERNATIVAS DE PAZ]
.
.
-> O europeu-do-sistema fala em Putin (etc) para desviar as atenções...
pois é, sim, já há muito tempo que deveria ter sido reconhecido:
--->  O OCIDENTE DEVE RECONHECER QUE DEVEM SER POVOS AUTÓCTONES A EXPLORAR AS SUAS RIQUEZAS NATURAIS!
Isto é:
- intodução da Taxa Tobin!
[nota: a Taxa Tobin seria utilizada para que fossem empresas autóctones, e não multinacionais Ocidentais, a explorar as suas riquezas; OBS: mandar esta mensagem de paz para o povo russo, para o planeta,... é uma coisa que não interessa ao hipócrita Ocidental]
.
Nota: ao bloquear a Taxa Tobin... o Ocidente originou muitas muitas guerras... ao interesse das multinacionais.
.
.
.
O Ocidente possui um muito muito largo historial de revoluções/guerras engendradas no sentido de, no caos, no final, as mais variadas riquezas ficarem na posse da alta finança (nomeadamente, na posse de multinacionais Ocidentais).
Nota: a guerra da Ucrânia é mais do mesmo...
.
.
Europeus-do-sistema: boys e girls num festival de hipocrisia.
Sim:
Zelensky (e seus boys) são boys  das negociatas das multinacionais Ocidentais.
.
Zelensky (e seus boys) estiveram em conluio com 'gurus' da NATO... quando estes andaram a fazer um festival de ameaças/provocações à Russia:
-> secretário geral da NATO: «a Russia vai ter cada vez mais NATO nas suas fronteiras».
(todos unidos no saque aum território imenso)
-> outros 'gurus': «a globalização vai entrar pela Russia a dentro»
(multinacionais a comprar...).
etc.
.
O hipócrita Ocidental andou a ameaçar, e a provocar, a Russia no sentido se intervir.... anda a mandar armas para a Ucrânia...
pois é:
- armas da NATO para expulsar russos da Ucrânia...
- e, tal como sucedeu em muitos outros territórios... as principais riquezas da Ucrânia vão passar para as mãos de multinacionais Ocidentais.
Mais:
- para melhor rentabilizar os seus investimentos, as multinacionais vão exigir substituição populacional...
e... os europeus-do-sistema vão acusar os patriotas ucrânianos de «racistas/xenófobos».
.
.
Outros casos:
- o hipócrita Ocidental bloqueia a investigação à forma como o Ocidente faz chegar armas a 'grupos rebeldes', que não possuem fábricas de armamento...  e cujas guerras/revoluções são usadas para destituir «governos não-amigos» (não interessados em vender as riquezas autóctones).

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2022

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D