Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Energia

por Miguel Bastos, em 29.05.23

energia.jpg

- Hoje é Dia Mundial da Energia.
- Ai é?
- É. Temos que voltar a falar do tema. Nomeadamente, da crise energética.
- Achas?!
- Acho. Nos últimos tempos, com outras crises, deixou de ser assunto. Mas é um tema fundamental.
- Certo.
- Tens alguma sugestão, quanto ao tipo de abordagem?
- Tenho: "Quem é que ligou à crise energética?"; "A que horas ligou?"; "Informou a chefe de gabinete?".

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

Jotalrm1@gmail.com a 30.05.2023

Infelizmente, a classe de jornalistas desceu a um nível nunca antes visto.
Falam apenas do que lhes interessa e passam a informação da forma que lhes interessa. Fazem noticiários de uma hora e meia, quando 30 minutos chegavam para INFORMAR as pessoas.
É surreal a ânsia que demonstram por qualquer declaração, tantas vezes em assuntos da treta, sempre com o argumento de uma nova polémica (palavra que eles adoram). 
Não esqueço que nas últimas eleições em que António Costa ganhou com maioria absoluta, estes jornaleiros garantiram na televisão que as sondagens davam um vitória clara a Rui Rio.
Isto sim, para mim é interferir numas eleições, oferecendo mentiras aos cidadãos, condicionando até o voto de cada um.
Imagem de perfil

Miguel Bastos a 30.05.2023

Obrigado pelo seu comentário. Mas não concordo (nada) com a sua visão. Reduz o jornalismo, ao jornalismo da televisão comercial. E pensa, erradamente, que os jornalistas fazem sondagens. Não fazem. Um abraço     
Sem imagem de perfil

Jaime a 30.05.2023

Admito que não concorde.
No entanto, o “jornalismo da televisão comercial” é o que entra em casa dos portugueses. Nem todos tem acesso a uma informação mal filtrada.
Quanto às sondagens, em nenhum momento disse que eles as faziam.
Certo é que, são os órgãos de comunicação social que as encomendam, patrocinam e divulgam.
“Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta, formará um público tão vil como ela mesma” - Joseph Pulitzer
Obviamente existem exceções, mas são muito poucas.
Abç.
Imagem de perfil

Miguel Bastos a 30.05.2023


Viva. As generalizações não levam a lado nenhum. E também levam às mentiras que parece condenar. Por exemplo, não é verdade que "as sondagens" dessem uma vitória clara a Rui Rio. E falar dos políticos ou dos jornalistas (como se eles fossem todos iguais) é um erro. Por último, na casa das pessoas, entra o jornalismo que as pessoas escolhem. Pode é não ser a sua escolha. Abraço 
Sem imagem de perfil

s o s a 30.05.2023

pois, sou mais um  "ai é ?", agora :  ai foi ?


Humor e mais humor... embora seja um tema fundamental mas que mais se pode acrescentar a nao ser chover no molhado...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2023

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D