Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estratégias

por Miguel Bastos, em 22.05.19

manhosas2.jpg

Gostei tanto desta entrevista de Marco António Costa, no i, que estou desejosos por chegar a casa. Quero reler algumas passagens do livro "Os Predadores", do Vítor Matos. Também fala de estratégias...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Chico esperto

por Miguel Bastos, em 22.05.19

leite chico.jpg

Amigos, fazem muito bem em vir para aqui recordar as (excelentes) canções de Chico Buarque. Mas já agora, deixem-me recordar-vos que o Prémio Camões, deste ano, também escreve livros. E muito bons, por sinal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem vê caras...

por Miguel Bastos, em 21.05.19

estranhao.jpg

"Quem vê caras não vê corações e quem vê likes também não. Mas sabe bem à brava. Com tanta gente a gostar de nós, até nós gostamos de nós, apesar de tudo o que sabemos a nosso respeito."
Álvaro Magalhães, O Estranhão - Quem vê likes não vê corações!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hard news e software

por Miguel Bastos, em 20.05.19

Notícia Bloomberg. Huawei na "blacklist". Google suspende actualizações Android. 5G em causa. Desculpem, queria parecer moderno e acabei de escrever um telegrama...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eleições europeias

por Miguel Bastos, em 17.05.19

european flag.jpeg

A contagem do tempo de serviço dos professores. A ameaça de demissão do governo. Os incêndios de 2017. O comendador Berardo. Eu sabia que era uma questão de tempo. A pouco e pouco, as grandes questões europeias vão entrando na campanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os 16 são os novos 18

por Miguel Bastos, em 14.05.19

O parlamento vai discutir a possibilidade dos jovens votarem aos 16 anos. O deputado do PAN considera que os "16 são os novos 18". Penso muitas vezes nisso, quando vejo os jovens a chegarem à universidade, no carro dos pais. Ou quando saem de casa, para se emanciparem, aos 35.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viver sem aprender

por Miguel Bastos, em 10.05.19

IMG_0403.JPG

Umas das coisas que sempre me impressionou nos filmes da Segunda Guerra Mundial é a forma como as pessoas continuam a viver: afogadas nas pequenas coisas do quotidiano, indiferentes ao nazismo - mesmo quando ele já se materializa em guerra. Até que, de repente ficam sem trabalho, sem casa, sem direitos, sem filhos, sem pais, sem vida. É sempre inquietante para nós, que já sabemos o fim da história, assistirmos ao comportamento daquela gente. No caso de Else - mulher, alemã, judia, casada com um cristão da alta burguesia - nada conseguia abalar a sua vida burguesa, boémia e frívola: com direito a festas, vestidos, espectáculos e amantes. Mesmo quando teve que abandonar a Alemanha e instalar-se na Bulgária, continuou a ter uma vida irreal: vivia numa casa com empregada, passava férias na praia. Até que o cerco apertou e ela foi perdendo tudo: uma coisa de cada vez.

 

O livro “Tu não és como as outras mães”, de Angelika Schrobsdorff, fala desta mulher (Else, a mãe da autora) que, apesar de ter abandonado a fé judaica, será sempre considerada uma judia e sofrer, na pele, as consequências da sua condição. Mas, o que achei mais chocante é que o livro não acaba com o fim da Segunda Guerra Mundial, com o habitual direito à vitória da justiça, à catarse, à felicidade. E, ao estender-se no pós-guerra, assistimos, através dos olhos de Else - mulher profundamente transformada pela guerra - à repetição dos mesmos comportamentos, da mesquinhez, dos vícios que existiam antes da guerra. Como se os seres humanos (todos nós) fossemos incapazes de aprender a viver, apenas para sobreviver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pessoas distraídas

por Miguel Bastos, em 05.05.19

dia da may.jpg

Queria vos lembrar que hoje é dia da May.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eleições em Espanha

por Miguel Bastos, em 29.04.19

Spain-Elections-Reuters.jpg

Casado perdeu, Sánchez procura união de facto.

(Foto Reuters)

Autoria e outros dados (tags, etc)

É um livro

por Miguel Bastos, em 23.04.19

 

é um livro.jpg

"É um livro", de Lane Smith, no dia do dito cujo. Ideal para as crianças ensinarem os adultos a ler.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Junho 2019

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D